"Quero imaginar sob que novos traços o despotismo poderia produzir-se no mundo... Depois de ter colhido em suas mãos poderosas cada indivíduo e de moldá-los a seu gosto, o governo estende seus braços sobre toda a sociedade... Não quebra as vontades, mas as amolece, submete e dirige... Raramente força a agir, mas opõe-se sem cessar a que se aja; não destrói, impede que se nasça; não tiraniza, incomoda, oprime, extingue, abestalha e reduz enfim cada nação a não ser mais que um rebanho de animais tímidos, do qual o governo é o pastor. (...)
A imprensa é, por excelência, o instrumento democrático da liberdade." Alexis de Tocqueville
(1805-1859)

"A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas." Winston Churchill.

terça-feira, 22 de maio de 2018

DE FRENTE COM GABI - TOM CAVALCANTE - PARTES 2, 3 E 4

DE FRENTE COM GABI - TOM CAVALCANTE - PARTE 1



De Frente com Gabi - Tom Cavalcante - Parte 1
22 de maio de 2018

THE NOITE - ENTREVISTA COM TOM CAVALCANTE



The Noite (17/11/16) - Entrevista com Tom Cavalcante

22 de maio de 2018

JANAÍNA PASCHOAL FALA SOBRE MAIORIDADE PENAL EM REDE NACIONAL


Janaína Paschoal fala sobre Maioridade Penal em rede nacional

22 de maio de 2018

TOM CAVALCANTE FAZ PEDRO BIAL CHORAR DE RIR COM IMITAÇÃO DE POLÍTICOS NO CONVERSA COM BIAL


Tom Cavalcante faz Pedro Bial Chorar de Rir com imitação de políticos no Conversa com Bial - 5/12/17

22 de maio de 2018

THE NOITE - ENTREVISTA COM PRESIDENTE TOMER E DILMOCA ROUSSEFF


The Noite (17/11/16) - Entrevista com Presidente Tomer e Dilmoca Rousseff

22 de maio de 2018

DILMA ANALISA O GOVERNO MICHEL TEMER


Dilma analisa o governo Michel Temer.

22 de maio de 2018

SILAS MALAFAIA: LULA O MAIOR FARSANTE DO BRASIL



Silas Malafaia: Lula o maior farsante do Brasil

22 de maio de 2018

O INTERESSANTE FENÔMENO MARINA SILVA (MARCO ANTONIO VILLA)



O interessante fenômeno Marina Silva | Marco Antonio Villa

22 de maio de 2018

LULA, O POVO, A IMPRENSA E O JUDICIÁRIO


Lula, o povo, a imprensa e o judiciário.

22 de maio de 2018

PESQUISA APONTA QUE 81% PREFERE VOTAR EM QUEM NÃO TEM MANDATO



Apesar de as pesquisas continuarem detectando um desejo de mudança, a oferta será inferior à demanda por renovação. Essa é a opinião de Renato Meirelles, coordenador do Instituto Locomotiva - que tem feito levantamentos sobre o comportamento dos eleitores. 
Em uma pesquisa que deve ser divulgada ainda nesta semana pelo instituto, 81% dos eleitores declararam preferir votar em quem hoje não exerce mandato. 
Apesar disso, a tendência não é a de renovação. "Esse número reflete a demanda eleitoral, mas ela não será representada. 
O que vai ser apresentado ao eleitor é uma nova roupagem dos políticos velhos. 
Em razão das regras eleitorais e dos recursos financeiros escassos, o eleitor não vai encontrar as opções de renovação", disse Meirelles. Não significa, com isso, dizer que novos nomes não serão eleitos. 
Historicamente, o índice de substituição de nomes no Congresso beira os 50%. "O que acontece não é uma renovação. Os eleitos são filhos, parentes ou apadrinhados daqueles que já estão no poder", disse o cientista político Vitor Oliveira, da agência Pulso Público. 
A "ficha caiu" entre os grupos de renovação (que estão inseridos nos cursos de formação do RenovaBr e da Raps). 
O discurso já é mais cauteloso. "Essa é a nossa primeira eleição. O projeto é para dez anos", disse o coordenador do Acredito, Zé Frederico. "O sistema construiu barreiras, mas esse é apenas o início de um processo", afirmou o coordenador do Agora!, Leandro Machado. 
Para o coordenador do Instituto Brasil@21, Pedro Henrique de Cristo, os movimentos "estão na fronteira de ser engolidos". Para ele, é preciso coordenação e foco nas campanhas que realmente têm chance. Já para o coordenador do Livres, Paulo Gontijo, os partidos são impermeáveis à renovação. "O jogo é feito para não renovar. Temos o receio de servir para compor chapa e maximizar as chances de velhos políticos." 
A necessidade de cooperação e organização parece um ponto comum entre os grupos. Carlota Mingolla, de 36 anos, que já foi candidata a vice-prefeito de São Paulo pela Rede, na chapa de Ricardo Young, percebeu essa realidade e decidiu atuar para qualificar seus pares. 
"O caminho natural era que eu saísse candidata nessa eleição. Mas acabei desistindo. Acho que posso atuar melhor nos bastidores, propondo debates internos e trabalhando pelo fortalecimento das ideias, projetos e pela formação de lideranças."

22 de maio de 2018
Colaboração de Arthur Jorge C. Pinto

REPORTAGEM COM SILAS MALAFAIA - PARTE 1 (CONEXÃO REPÓRTER)



Reportagem com Silas Malafaia - Parte 1 | Conexão Repórter (12/03/17)

22 de maio de 2018

REPORTAGEM COM SILAS MALAFAIA - PARTE 2 (CONEXÃO REPÓRTER)


Reportagem com Silas Malafaia - Parte 2 | Conexão Repórter (12/03/17)


22 de maio de 2018

ENTREVISTA COM SILAS MALAFAIA - PARTE 2 (CONEXÃO REPÓRTER)



Entrevista com Silas Malafaia - Parte 2 | Conexão Repórter (07/01/18)

22 de maio de 2018

ENTREVISTA COM SILAS MALAFAIA - PARTE 1 - CONEXÃO REPÓRTER



Entrevista com Silas Malafaia - Parte 1 | Conexão Repórter (07/01/18)

22 de maio de 2018